segunda-feira, 21 de junho de 2010

Yamamba



Dotadas de uma pele estranhamente dourada (resultado de muitas horas em casas de bronzeamento artificial além do recomendado por médicos), cabelo descolorido, maquiagem exagerada e brilhante, essas garotas ganharam o apelido de “Bruxas da Montanha” (Yamamba, em japonês). Junto do apelido, elas ganharam a fama de garotas fúteis e sem conteúdo, que só se interessam por roupas de marcas muito caras, passam o dia falando e mandando mensagens nos seus celulares e freqüentando fliperamas. Algumas dessas garotas, para sobreviver ao alto custo de vida das Yamamba, chegam até mesmo a trabalhar durante o ano letivo (coisa proibida no Japão), ou mesmo se prostituir.


Kogal


Existem diferentes versões para o significado do nome, uma delas diz que ko significa criança em japonês e juntou-se ao termo Gal, abstração de girl. Então jovem garota. Outra diz que ko é abreviação de koto gakko, que significa high school, ou seja, colegial para nós. Juntou-se à Gal com o mesmo sentido anterior e temos então garota colegial. Ambos fazem sentido, considerando-se que as colegiais são a grande maioria entre as kogals.
Sempre atentas ao “último grito da moda”, bronzeadas, loiras, com saias mínimas e botas plataforma, as kogals buscavam aproximar-se do visual Valley Girl, jovens mimadas de famílias ricas cuja única atividade era passar tardes no shopping. Bem como suas companheiras ocidentais, kogals gostam de celulares recém lançados, roupas de marcas como Blueberry e Dior, dançar Para Para e gastar dinheiro em Shibuya, especialmente no prédio 109. Mas a característica mais marcante é a maquiagem, com tons de dourado e marrom para acentuar o bronzeado e sombra branca nos olhos e na ponta do nariz.



As garotas adeptas desse estilo não eram bem vistas pela sociedade, por alguns motivos. Suas roupas reveladoras e atitudes liberais eram vistas como desafio as autoridades como pais e professores. O estilo de vida de uma kogal é caro, gastar o dinheiro dos pais e não trabalhar era tido como parasitismo e ia contra princípios tradicionais como o dever. Além disso, as jovens que não tinham pais tão abastados recorriam algumas vezes para a prostituição. Elas eram realmente, mais sexualmente liberadas do que qualquer garota na época e a revista especializada nesse público, EGG, trazia além de dicas sobre moda, penteados e celulares do momento, dicas de como satisfazer sexualmente os homens.



Com o passar do tempo, a visão sobre as Kogals tem mudado, mesmo que pouco. Surgem inclusive sub-estilos mais leves, como as Shiro Gals, que preferem manter a pele clara. Porém, antes de “abaixar o volume” de sua rebeldia, outros sub-estilos surgiram para aumentá-lo como as Ganguro e Yamaba.



Ganguro

As Ganguro Girls - A tradução á letra é "cara-preta" e é uma das pancas das miúdas no Japão. O look básico é ter o cabelo bastante oxigenado e a pele bem bronzeada (ou com toneladas de cosméticos ou com solários e essas coisas). A intenção é aproximarem-se o máximo (dizem elas) do California beach girl look. Alguns dos acessórios incluem: sapatos ou botas de plataforma, autocolantes para a cara, telemóveis altamente esquisitos. No Japão os distritos de Shibuya e Ikebukuro são os centros de Ganguro fashion. Esta tendência vai em sentido contrário dos padrões de beleza femininos Japoneses, em que a pele tem que ser o mais branca possível!O nível acima das ganguro girls chama-se Yamanba, em que além do bronze e do cabelo oxigenado, junta-se á festa o baton branco e eye makeup branco, lentes de contacto coloridas,entre outros.

http://j-musicpt.forumeiros.com/japan-style-f46/ganguro-t41.htm

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Kigurumi





























Kigurumi é uma palavra japonêsa que

designa pessoas caracterizadas ou fantasidas como animais ou personagens de desenho

animado.

No japão, são usados em shoppings, parques temáticos, convenções, etc., como uma tática promocional para chamar atenção de clientes.

Um pequeno subconjunto do kigurumi (com uma atração especial para os japoneses), é o Cosplay. E uma Comunidade sobre o tema, é a comunidade

“Anime Kigurumi”. Na realidade, Kigurumi também pode ser a representação humanóide de personagens por meio de máscaras e corpo. Um intérprete deste estilo é chamado de “Doller”.

Uma outra curiosidade, é que chapéus decorados de animais também são chamados Kigurumi, mas não têm a mesma conotação do sentido citado anteriormente. As

pessoas que optam por vestir Kigurumi em público são muitas vezes referidas como “kigurumin”. Os trajes, que pode ser comprados de diversas empresas, são confeccionados de forma a lembrar personagens populares.

Por volta de 2000, ficou popular nas ruas de Tokyo outro subconjunto, ( pijamas de animais e personagens) aderidos pelo estilo urbano

"Gal" e subconjutos ! que atualmente baniram os pijamas fofos, no mais frequentemente são visto usados por outras tribos urbanas no japão tais como "Decora" Os pijamas ficaram tão populares, que por volta de 2007 tiveram uma grande expansão pelo mundo, devido ao grande número de fan's de moda japonesa . No brasil são 2359( crescendo) membros fan's em web site de relacionamento !

Os pijamas inclui ursos, gatos, cães, coelhos, e outros animais ou personagens de TV (filmes, anime etc..) ex: Pikachu ,Jack Skellington e Stitch. *3*

Decora


Decora (デコラ) ou decorer é aquele estilo de moda conhecido pelas misturas e sobreposições de peças de roupas coloridas. A moda se expandiu muito nos anos 90, graças à revista FRUiTS e até hoje pode ser muito visto em Harajuku. :) É muito comum em decora: - bichinhos de pelúcia - diversos tipos de penduricalhos, daqueles barulhentos principalmente *-* - meias coloridas - pulseiras - colares - presilhas e outros acessórios pra cabelo - mochilas e bolsas - personagens cutes diversos (como Stitch, Jack, Pikachu, Gloomy, etc) - celulares - e outros acessórios como cachecóis, cadarços coloridos, óculos, polainas... :D

Lolitas


Lolita (ou Loli) é um estilo japonês de moda cujas primeiras manifestações apareceram em fins da década de 70 e começo da década de 80. Inspiradas em parte na cultura 'kawaii' (fofa ou adorável) japonesa e na nostalgia de outros tempos - sejam períodos históricos ou simplesmente da própria infância - as lolitas se dividem em vários tipos, sendo alguns polêmicos e de existência controversa.

O estilo como um todo pode ser muitas vezes descrito como "inocente" mas existem exceções dependendo do subestilo e da lolita em questão. Há também certa preocupação com parecer infantil, elegante ou modesta, evitando uma imagem adulta, sexualizada (dependendo do estilo da lolita) ou vulgar. Saias rodadas no comprimento do joelho, em forma de sino, renda de boa qualidade, decote alto, cabelos cacheados e/ou acompanhados a uma franja reta e tecidos pouco brilhantes são comuns a todos os estilos.

Subcategorias

Dentro do estilo existem muitas subcategorias.

  • Classical Lolita - o estilo clássico, que remete à moda vitoriana e rococó original. As cores utilizadas são tons de bege, vinho, verde-escuro, marfim.
Classical ou Kuro Lolita.
  • Sweet Lolita - o estilo dito "fofo", que usa cores como tons em rosa, verde claro, azul bebê, amarelo claro, pêssego. As estampas, quando utilizadas, são de coisas pequenas e consideradas "bonitinhas", como frutas, flores e até animais.
  • Country Lolita - uma subdivisão do sweet lolita, baseada em xadrez, quadriculado e estampas florais mais coloridas, além de frutas. O acessório mais comum é o minichapéu de palha.
  • ShiroLolita - considerada por alguns subdivisão do sweet lolita e por outros um tipo de gothic lolita, as shirololitas são lolitas que se vestem apenas de branco.
  • KuroLolita - também considerada subdivisão do sweet lolita por algumas pessoas, outros a vêem simplesmente como qualquer lolita vestida somente de preto.
  • Punk Lolita - a mistura da moda punk com a moda lolita. São bastante utilizadas sobreposições, xadrez, listras, e estampas. Os acessórios mais comuns incluem caveiras, coroas, minicartolas e boinas.
  • Guro Lolita - as guro lolitas (termo japonês que corresponde à grotesque lolita) são lolitas que usam bandagens, sangue falso e afins, o que pode dar um ar de boneca quebrada à lolita "comum".
  • Gothic Lolita - a mistura do "gótico" com a moda lolita. As cores utilizadas são preto, azul escuro e até mesmo vermelho. Devemos ressaltar que as gothic lolitas não tem conexão nenhuma com a tribo gótica e nem com Goth Rock.
  • Erololi (Ero - erótico; Loli - abreviação de lolita) - mistura o sexy antiquado, sem exageros, com o lolita. Muitas vezes utiliza corsets e outros elementos típicos de roupas íntimas vitorianas, como bloomers (a típica calçola da vovó), petticoats (saias de tule, filó ou tecido) e calcinhas grandes com babados. As saias costumam ser mais curtas do que o normal, que no caso é no joelho ou abaixo dele. Utiliza-se também cinta-liga com meia 7/8, coroas e até armações de metal no lugar da saia.
  • Wa Lolita (ou Waloli) O estilo é baseado na combição entre acessórios japoneses e a moda Lolita. O nome se refere ao Japão pela antiga palavra "che" (和 ou 倭), que significa a "Mesma Nação","Terra de (Wa)", que é terra da harmonia.
  • Qi Lolita A variante Qi Lolita (pronunciada "ci-loli") é um dos poucos estilos comuns da moda Lolita. É similar à Wa lolita, desde que encorpora acessórios tradicionais. E é em fato a combinação de elementos tradicionais chineses e o estilo Lolita.
  • Hime Lolita Estilo que mais remete à imagem de princesas européias. Apesar de muito parecido com o Sweet Lolita, em especial pelas cores, diferencia-se pelos modelos de vestido, acessórios (coroas, tiaras, pérolas) e até mesmo pelo penteado.
Moda Lolita.
  • Deco Lolita Uma mistura do estilo Decora com o Lolita. Usa-se muitos acessórios variados e coloridos como prendedores de cabelo, muitas pulseiras preferencialmente de bolinhas, estampas coloridas, sobreposições, meias. A idéia do estilo é ser tudo muito colorido. Existe uma preferencia pela cor rosa,mas não existe nenhuma regra sobre a cor.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lolita_(moda)

Visual Kei




Visual Kei ou Visual Rock é um movimento musical que surgiu no Japão na dédaca de 1980, além de possuir como estilo musical uso de instrumentos como violino, violoncelo e piano tem como característica o modo de se vestir dos artistas,
puxando mais para o lado andrógino. Algumas das pricipais bandas deste gênero são X JAPAN, D’ERLANGER, DEAD END, BUCK-TICK, Kamaitachi, COLOR, BUCK-TICK, X JAPAN, LUNA SEA, Kuroyume, MALICE MIZER, SHAZNA Moi
dix Mois, D'espairsRay, BLOOD, Kagerou, Kagrra,, Onmyo-Za, Nightmare e the GazettE entre muitas outras. Atualmente esse tipo de música se divide em algu
ns subgêneros:

Kotevi kei: O kotevi kei tem tendência a dar mais ênfase à presença de palco do que a performance musical em si, sendo caracterizado pelo uso de roupas esplendorosas e vistosas. Kotevi kei também é considerado o oposto de soft visual kei e se divide em kuro kei e shiro kei, sendo o kuro, caracterizado pelo som pesado e composições rápidas e o shiro é voltado para um som mais melódico e composições limpas. L'Arc~en~Ciel é considerado o criador do shiro kei e costumava ter como destaque, a cor branca em suas roupas.

Kurofuku kei: É um estilo cuja base é formada pelas roupas com elementos pretos e as banda possuem um estilo mais obscuro e mais voltado para o gótico. Diz-se que Youka é a banda precursora deste movimento. Ao se comparar com o kotevi kei, a maquiagem é pouca, e é comum usar maquiagens que dêem uma imagem mais obscura.

Soft visual kei: São bandas que utilizam como fundamento roupas pouco

chamativas e maquiagem leve (por exemplo, apenas base). É o estilo de visual que possui o maior número de fãs homens. Alguns exemplos de bandas de soft visual kei são GLAY, SIAM SHADE, SOPHIA, Janne Da Arc e Sid.

Oshare kei: Encaixam-se neste rótulo bandas que se vestem com roupas "fashion" (com mais pormenores e mais vistosas). Diz-se que este movimento tem suas raízes nos trabalhos do baroque. No oshare kei, é comum ouvir composições mais pop e "coloridas" do que as de outras bandas,músicas pra

cima, felizes, com ar de brincadeira de criança;roupas coloridas,vibrantes, as vezes simples, as vezes infantis; musicalidade simples, um pouco pesada, porém alegre. Bandas representativas são AN CAFE, Ayabie,Charlotte,Aicle, entre outras.

oteosa kei: É um estilo para o qual o

oshare kei teria "evoluído", podendo ser também uma fusão entre oshare e
kotevi kei.

Iryou kei: Nome dado às bandas que chegaram a usar aparência que remete a uma atmosfera médica, como roupas de hospital, gazes ou curativos de olhos. Pode-se citar como exemplos PIERROT, MALICE MIZER e La'Mule. As composições seriam obscuras e remeteriam a locais sombrios e úmidos.

Nagoya kei: Um dos termos genéricos usados para designar as bandas de visual kei cujas atividades se concentram nos arredores de uma determinada cidade ou região japonesas, no caso, Nagoya. O exemplo mais representativo do nagoya kei é Kuroyume. Há diversas bandas que se aproximam dos gêneros kotevi e kurofuku kei, mas em relação à música, os grupos costumam desenvolver sonoridades próprias.

Angura kei e eroguro kei:Angura kei vem da palavra inglesa "underground" e busca formar um estilo japonês puro, sem influências do ocidente e se caracteriza um rock despretencioso, misturado com cultura nipônica. Um famoso exemplo de angura kei é a banda Inugami Circus Dan, formada por três homens e tendo no vocal uma mulher, algo incomum no visual kei. Já Eroguro kei é uma mistura das
palavras "erotic" e "grotesque". Temas decorrentes do eroguro kei são representações decadentes de sexualidade, horror chocante e humor sádico, embora isto não seja uma regra. Uma banda que assume claramente o rótulo de eroguro kei é Merry.

http://iki.nireblog.com/post/2009/02/16/visual-kei

Modas Japonesas


Até agora,eu falei de estilos muito conhecidos mas não dos estilos que muitas pessoas não conhecem,e se conhecem os estilos ficam com preconceitos.
Então resolvi falar de alguns estilos japoneses :)
Ahm...eu acho lindo todos ,então espero que vocês gostem muito.

2 beijos ;**